Blog

  • Home
  • Blog
  • O que são sistemas integrados e como eles mudam o modo como as organizações trabalham?
O que são sistemas integrados e como eles mudam o modo como as organizações trabalham?

Postado Por: Thaynara Luchetti

O que são sistemas integrados e como eles mudam o modo como as organizações trabalham?

Empresas de todos os tamanhos precisam ter em mente a importância de integrar seus processos internos. Seja ela de grande, médio ou pequeno porte, faz-se necessário administrar diferentes áreas que compõem o negócio, e isso não é uma tarefa simples. Para que tudo funcione corretamente, é fundamental mão de obra qualificada e tempo disponível para se dedicar ao assunto.

A questão é os gestores e empresários que administram o próprio negócio têm pouco tempo para ficar atento a novas soluções para a sua empresa. Mesmo buscando se atualizar, é inviável administrar, monitorar e analisar de forma satisfatória a todos os setores da organização. E é aí que o sistema de gestão empresarial entra, pois ele tem como foco facilitar o gerenciamento de processos dentro da empresa.

O que é um sistema integrado?

Uma empresa é formada por diversas áreas, e assim como uma engrenagem, cada uma delas precisa trabalhar em sinergia para que todos os processos internos ocorram de forma otimizada de modo a alcançar bons resultados para o negócio.

Porém, o que acontece com muita frequência é um acúmulo de informações e dados que não são filtrados, monitorados e analisados de forma eficiente. O resultado, na maioria dos casos, é uma gestão que não sabe muito bem para que lado ir ou como está realmente a saúde do negócio por falta de números precisos.

Assim, o objetivo do sistema integrado é garantir que todas as informações sobre a sua empresa estejam disponíveis para os diferentes setores, áreas e funcionários. Um bom exemplo desse tipo de ferramenta de gestão é o sistema ERP, que integra todos os componentes da empresa em um único banco de dados.

Por que um sistema de gestão integrada é importante para o seu negócio?

O mercado está cada vez mais concorrido, e em meio a tantas opções, é importante ter ferramentas e estratégias que possibilitem maior produtividade, garantindo uma experiência positiva aos seus clientes. Quando a sua empresa utiliza uma plataforma de sistema integrado, ela garante que todos os setores estarão conectados.

Por isso, é muito importante se organizar internamente e mapear todos os processos da organização para que a implantação de um sistema de gerenciamento de vendas, por exemplo, permita que sua equipe compartilhe informações de maneira simples e organizada.

Quando o seu negócio deixa de usar a tecnologia disponível no mercado, ele pode acabar sofrendo perdas significativas dentro do seu segmento de atuação. Afinal, é cada vez mais importante investir em inovação e na otimização e organização de processos internos.

Leia Mais:

>> Ordem de Produção: com ou sem apontamento?

>> Como fazer uma gestão de compras eficiente?

Principais vantagens em investir em um sistema ERP

O foco principal de um sistema ERP online é ajudar os gestores no gerenciamento de todas as informações da empresa de modo a ajudar o negócio a se destacar da concorrência e a se desenvolver de forma sustentável. Se já não fosse o bastante, a utilização de um sistema assim também permite:

1. Comunicação mais eficiente entre os setores

O tempo gasto à procura de dados e informações pela empresa é uma das principais causas da falta de produtividade. Somado a isso, ainda temos tarefas incompletas, taxa de retrabalho, ações repetidas e dados imprecisos que podem tornar facilmente a vida do gestor em um verdadeiro inferno.

A boa notícia é que com uma boa comunicação entre os setores permite tomadas de decisão mais assertivas. Afinal, não é porque cada área da empresa resolve seus problemas de um jeito e lida com suas responsabilidades de outro que os setores não devem se comunicar e trabalhar em conjunto.

2. Monitoramento mais simples

Um dos principais desafios das empresas é conseguir identificar quais são as fontes de desperdício que estão gerando mais prejuízos para o negócio. Isso acontece porque são inúmeras as responsabilidades dos gestores e sem uma ferramenta que os ajude a monitorar o andamento das operações, realmente fica muito difícil encontrar os gargalos.

Com o sistema integrado essa tarefa fica muito mais fácil mapear os processos e as ações internas. Um bom exemplo são os centros de distribuição, que podem usar o módulo de gerenciamento de estoque para tornar o trabalho mais preciso, já que é possível contar com atualizações instantâneas sobre o que entrou e saiu, facilitando o planejamento de compras.

3. Redução de custos

Provavelmente, estas sejam as palavras que todo gestor adora ouvir e com um a integração do sistema isso fica muito mais fácil de alcançar. Isso porque a integração garante mais eficiência em sua estratégia, tornando os processos mais baratos.

O cruzamento de informações permite que os gestores utilizem informações importantes e competitivas sobre o negócio para gerar diferenciação e a elaboração de metas organizacionais.

Quanto vale a pena investir em um sistema ERP?

Algumas pesquisas apontam que, dada as devidas proporções de cada empresa, é possível ter reduções significativas em diversos setores. Segundo os dados, é possível ter até 32% de redução nos estoques e 14% nos custos com tecnologia da informação.

Em contrapartida, a produtividade pode crescer até 26% e a melhora na gestão do caixa contribui para o aumento nos lucros em até 11%. Independente dos números e tamanho da sua empresa, o importante é que você tenha vontade de organizar seus processos e informações para tornar sua gestão competitiva.

A Nume atende diversas empresas do setor industrial e de distribuição em todo Paraná e Santa Catarina com o sistema ERP WebMais. Ele possui uma diversidade de módulos e possibilidades para que sua empresa tenha uma gestão eficiente. Entre em contato para saber mais sobre como podemos ajudar sua empresa a crescer.



Veja Também

Quais as vantagens do fluxo de caixa?

Como evitar furos no estoque?

Qual a importância dos relatórios para a sua empresa?



Voltar ao Topo