Blog

Como organizar seu estoque?

Postado Por: Thaynara Luchetti

Como organizar seu estoque?

Se você deseja ser um empreendedor de sucesso, precisa aprender a organizar seu estoque, principalmente porque estoque parado é dinheiro parado.

A gestão do estoque é importante para qualquer segmento. Ela pode permitir que você atenda à demanda do mercado com muito mais eficiência, ajudando a aumentar seu lucro sobre as vendas.

Neste post você vai conhecer um pouco mais sobre como organizar o estoque, quais os benefícios, os métodos mais utilizados, os passos necessários para uma boa gestão e uma dica especial para gerenciar o estoque.

Benefícios de um estoque organizado

Se você não tem total controle sobre os itens do seu estoque, é bem possível que sofra com gastos desnecessários, pois nem todas as mercadorias podem ser convertidas em receita.

Conheça alguns dos benefícios que a organização do estoque pode oferecer à sua empresa:

Atendimento ágil

A gestão eficiente do estoque permite que você antecipe necessidades do mercado, como ocorre em feriados especiais quando o número de vendas aumenta.

Ter a quantidade certa de itens armazenados permite que você venda e entregue o produto com mais rapidez, garantindo a satisfação do cliente.

Controle de inventário

Ter um método de gestão de estoque vai permitir que você tenha mais segurança sobre os produtos armazenados. Caso isso não ocorra, produtos podem ser retirados do estoque sem qualquer registro ou conhecimento, acarretando em prejuízo para o seu negócio.

Diminuição das perdas

Controlar o estoque também significa ter acesso às informações que são essenciais para reduzir suas perdas.

Se você trabalha com produtos perecíveis, por exemplo, pode lançar promoções especiais para esgotar determinados produtos antes do vencimento. É uma excelente forma de evitar que mercadorias parem no lixo e você saia no prejuízo.

Decisões estratégicas

A organização do seu estoque pode impactar nas suas tomadas de decisão. Se a gestão dos seus produtos é feita da maneira correta, você terá mais facilidade e assertividade para saber onde investir mais esforços, onde reduzir ou aumentar a produção, entre outros.

Leia mais:
>> Como evitar furos no estoque?
>> Como evitar erros no controle de expedição

Métodos de gestão de estoque

Existem inúmeras maneiras de organizar o estoque, para escolher uma delas, você deverá analisar o que faz mais sentido para a realidade do seu negócio.

Agora, conheça alguns dos métodos mais utilizados pelas empresas:

Preço fixo

É uma metodologia simples, mas que exige que o gestor tenha o preço exato de cada um dos produtos em estoque. O total da soma dos valores dos itens vai representar o valor do estoque da empresa.

Just in time

Significa “no momento exato”.

Esse é um método que pretende apenas atender a demanda do mercado, sem ter itens em reserva. Trabalhar dessa forma exige um acompanhamento rigoroso do estoque, para que a empresa não perca oportunidades de negócios por não ter o produto em estoque.

PEPS

A sigla significa “primeiro a entrar, primeiro a sair”.

É um modelo muito utilizado pelas empresas e oferece inúmeras vantagens. Consiste em vender os itens mais antigos do estoque primeiro, o que favorece a eliminação de problemas com produtos vencidos ou fora de sazonalidade.

UEPS

Significa “último a entrar, primeiro a sair”.

Ao contrário do PEPS, esse método trabalha com a venda dos itens mais recentes do estoque. Normalmente, o custo dos produtos vendidos se baseia no custo dos últimos itens que entraram no estoque.

Custo médio

Nesse caso, os valores do estoque são renovados toda vez que um novo item entra, pois é feito um cálculo de uma média ponderada.

Essa média é calculada pela soma dos valores dos produtos antigos, que já estavam em estoque, com a dos recém-chegados, dividida pelo número total de itens em estoque.

Curva ABC

Esse modo de organização do estoque consiste em três variáveis para determinar a importância de um item: o giro, o faturamento e a lucratividade.

Por exemplo, se o produto possui um giro razoável, mas gera alta lucratividade e faturamento, esse será prioridade no estoque e será classificado como A.

Se outro produto tem um alto giro, contribui para o faturamento, mas não gera tanta lucratividade, ele não terá tanta prioridade no estoque quanto ao primeiro produto. Esse é classificado como B.

O produto C representa baixo giro e não tem grande impacto no faturamento e lucratividade, como consequência, terá um nível baixo de estoque.

Passos para organizar seu estoque
1. Faça o endereçamento do estoque

O endereçamento é uma forma de você organizar a localização dos produtos dentro do seu depósito. Para isso, basta nomear corredores, armários e prateleiras.

Nesse processo, procure criar um padrão de nomenclaturas, descrição e lógica de armazenamento, isso vai facilitar e agilizar o encontro dos produtos para a realização da entrega.

2. Faça um inventário

É importante você listar todos os produtos existentes na empresa por meio do inventário, esse documento deve ser atualizado sempre que houver uma nova movimentação no estoque.

3. Forma de acompanhamento

Defina como vai controlar o estoque, incluindo a periodicidade. Você pode fazer um acompanhamento permanente, que é mais frequente e prevê a reposição sempre que uma determinada mercadoria atingir o limite mínimo em estoque.

Existe também o acompanhamento periódico, com o objetivo de manter o balanço patrimonial e evitar que algum produto falte. Nesse caso, a reposição ocorre em períodos.

4. Trabalhe com uma margem de segurança

Mesmo que sua organização e controle sejam bem feitas, o normal que ocorra perdas de mercadorias.
Por essa razão, defina uma porcentagem aceitável de perda. Essa porcentagem será sua margem de segurança e será somada ao volume mínimo determinado para cada item.

5. Libere espaço

Você precisa saber quais são os produtos parados há muito tempo para liberar espaço no seu estoque. Depois disso, faça uma ação comercial oferecendo descontos, assim você evita a possibilidade de prejuízo e ajuda a organizar seu armazenamento.

Dica especial: sistema de gestão de estoque

No início do post, comentamos sobre uma dica especial. A verdade é que com o passar do tempo, sua empresa vai apresentar necessidades mais complexas, o que vai exigir automação de processos e aumento da produtividade.

Com isso, não basta controlar tudo no excel ou por meio de formulários. É por esse motivo que um sistema de gestão de estoque é a opção mais completa para o seu negócio.

O ERP WebMais oferece uma gestão completa e integrada, ideal para a gestão de estoque, compras, financeiro, vendas e produção. Conheça nosso módulo de controla de estoque e organize sua empresa.



Veja Também

Ordem de Produção: o que é e como fazer

Como organizar seu estoque?

Como melhorar seu pós-venda



Voltar ao Topo